4 de fevereiro de 2014

O novo Lobo 2014

Parece que a revolta dos fã contra a versão do Lobo estilo "crepúsculo" deu certo. (em partes)

Essa mania das editoras mudarem a cada ano a origem dos personagens é um chute no saco.
Em 2011 a DC começou a revolucionar todas aparências que inclusive tiraria a cueca por cima da calça. Nesta dança, em 2013 também entrou o Lobo.
Primeiro veio um versão emo e uns estudos de uma versão Gods of War.


Para a nossa infelicidade a "EMO" ganho e posteriormente apareceu nos quadrinhos.
Com pinta de chefe de gangue, meio Exterminador (DC) e meio Wolverine (marvel) ele termina a história dizendo que iria atrás do "falso Lobo", aquele que gostamos.


E chegou até a fazer uma ponta na revista da Supergirl.


Mas o duelo entre os Lobos nunca aconteceu e felizmente o visual de roqueiro dos anos 80 prevaleceu. e agora ele faz parte de um super grupo intergalático chamado StormWatch, um apanhado de super-heróis da extinta editora WildStorm.


E finalmente na edição #22 Lobo teve um papo com alienígena incandescente que explicou sua origem na qual nem ele sabia.
Meu inglês é muito fraco, mas pelo que eu entendi Czarnia ia ser devastada e um garoto de 14 anos fez em si uma experiência genética para salvar o seu mundo, mas era tarde demais. Com o trauma ele ficou mentalmente transtornado e agressivo.



E ai você gostou?
Deixe sua opinião e siga o Lobo no Google+